Pessoas com paralisia cerebral tem na maioria dos casos dificuldade de falar e se locomover, porém o potencial cognitivo é preservado. Esse projeto visa facilitar a comunicação por meio de software instalado em tablets, onde a pessoa com um simples toque aciona palavras que exprimem sua necessidade como “quero água” ou expressar seus sentimentos, isso para que possa interagir com a sociedade da melhor maneira possível, exercendo sua cidadania.

Estamos em constante procura por novas formas e equipamentos para facilitar a comunicação e dentro do avanço tecnológico, encontramos software que instalados em tablets, dão voz as pessoas com paralisia cerebral , auxiliando na comunicação.Esse projeto tem como objetivo facilitar a comunicação de pessoas com paralisia cerebral .

A comunicação é um fator essencial para integrar um individuo na sociedade. A comunicação alternativa auxilia no processo de comunicação e interação da pessoa com deficiência, proporcionando-lhe qualidade de vida, independência e maior autonomia.

Os avanços tecnológicos tem disponibilizado uma grande variedade de equipamentos de uso convencional com demanda para as pessoas com necessidades especiais, como por exemplo os equipamentos de telas sensíveis ao toque: Tablet é um excelente recurso de acessibilidade. Através de um aplicativo para saída de voz disponível em português, oTablet pode tornar-se um comunicador/vocalizador para as pessoas impossibilitadas de oralizar.

O crescimento tecnológico amplia as opções também no campo terapêutico. Atualmente observa-se uma grande tendência no desenvolvimento de equipamentos de uso convencional com mais acessibilidade. No entanto, o alto custo dos produtos importados e a escassez de produtos específicos no mercado brasileiro comprometem diretamente a escolha e a indicação do melhor recurso.

Nesse projeto pretendemos comprar três tablets que terão instalados software específico, com o objetivo de facilitar a comunicação de crianças e jovens, melhorando sua qualidade de vida e a sua integração na sociedade.

Será desenvolvido em crianças a partir de 7 anos de idade até adultos.

História

A Associação Nosso Sonho nasceu no dia 16 de março de 2007 para atender crianças e jovens com paralisia cerebral graves, com dificuldade de comunicação e locomoção e sem condição financeira de frequentar centros especializados.

Juntamos um grupo de pessoas que acreditavam na comunicação alternativa como forma de liberar a alma das pessoas com paralisia cerebral assim como no potencial cognitivo das mesmas. Profissionais especializados e com vasta experiência na área se agregaram nessa empreitada. Alguns empresários também acreditaram e o que parecia sonho virou realidade.

Na primeira reunião para discutir o então projeto, todos foram unânimes em dizer que seria a realização de um sonho, daí o nome: Associação Nosso Sonho. Foi voz corrente também que todas as pessoas que quisessem sonhar com um mundo melhor, seriam bem vindas.

Dois anos depois, representamos o Brasil , no Congresso de Comunicação Alternativa em Barcelona, onde apresentamos um jornal totalmente elaborado por jovens com paralisia cerebral. Esse jornal, atualmente é uma revista e os jovens que o elaboram estão contratados pela Construtora Tecnisa e pelo Café Havanna, para desenvolverem essa atividade laboral.

Participe você também desse sonho!! Colabore com esse projeto!